©2006 Instituto Percepções de Responsabilidade Social - Todos os direitos reservados.

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon

Novela Beleza Pura

TV Globo

O Instituto Percepções de Responsabilidade Social recebeu o convite da área de pesquisa da novela Beleza Pura, exibida na TV Globo, para desenvolvimento de uma consultoria em acessibilidade e relacionamento com as pessoas com deficiência, a fim de adaptar a clínica de estética Beleza Pura, local central da trama.

Durante algumas semanas, o Instituto Percepções de Responsabilidade Social trabalhou em conjunto com a pesquisadora Danielle Lima visando abastecer a autora da novela com elementos relativos a causa da deficiência e que tornassem a Beleza Pura uma clínica pioneira em termos de acessibilidade e atendimento de pessoas com deficiência.

Site da Novela Beleza Pura

A partir desta semana, Sônia e Guilherme começaram a se mostrar preocupados com a acessibilidade de deficientes físicos à clínica Beleza Pura. A dupla resolveu até fazer obras no local para permitir que deficientes possam entrar e circular pelas clínicas, podendo usufruir de seus serviços. Outra preocupação é de treinar os funcionários para que saibam atender da melhor forma os deficientes. 

Marco Vitale, presidente do projeto Percepções, ajudou a autora a criar as cenas de conscientização social para o problema, indicando quais mudanças poderiam ser feitas na clínica. “Quem convive com um deficiente, sabe que ele também pode ter senso estético. Até mesmo uma pessoa cega tem essa preocupação de fazer a unha, cuidar dos cabelos. E é muito interessante ver esse assunto ser abordado em uma novela”, declara Marco. 

Inclusão social

Segundo ele, há muitos deficientes que ficam constrangidos de ir a certos locais porque a acessibilidade é precária, não há rampas, estacionamentos e corredores adequados. “Não deve haver locais só para deficientes e só para pessoas comuns. É importante que todas as pessoas se relacionem, como vai acontecer na clínica Beleza Pura. É a inclusão da pessoa com deficiência em todos os lugares”, explica. 

A iniciativa veio da pesquisadora Danielle Lima, que já trabalhou com projetos de responsabilidade social e acredita que a novela pode ser uma forma de alertar as pessoas sobre o assunto. “São pessoas que, como nós, consomem, têm direitos, usam serviços, são eficientes, mas, que muitas vezes, por falta de acesso vivem num total ostracismo”, declara a pesquisadora da novela. 

Fonte: Site da Novela Beleza Pura