©2006 Instituto Percepções de Responsabilidade Social - Todos os direitos reservados.

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon

Estabelecendo

Relações Sociais

Entendemos que, através da interação social a criança desenvolve características da sua personalidade.

Este relacionamento permite que ela estabeleça trocas e faça escolhas de toda a natureza, e, em consequência, reconheça a existência dos jogos sociais.

Fica fácil compreender que, apesar de inicialmente, uma sala-turma possuir apenas uma característica administrativa, principalmente quando as crianças não se conhecem, no decorrer do ano escolar, ela se torna uma estrutura social, pois as crianças estabelecem entre si efetivamente suas relações sociais, fazendo ainda com que as mesmas se estendam até o âmbito familiar, onde os pais reconhecem as preferências dos seus filhos.

Observamos que as crianças em sala de aula formam rapidamente entre si, sua “rede de relacionamento” com comportamentos de simpatia, de antipatia, de indiferença, de ambivalência, que permeiam as suas atitudes e comportamentos através da interação, do desenvolvimento e da aprendizagem”.

Além dos pais, os professores servem como modelo importante para as crianças que em muitos momentos, “encarnam” o professor em brincadeiras com irmãos e amigos em casa. 

Enfim, parece fácil entender que a sala de aula, é o espaço de dupla aprendizagem: a criança tanto é exposta ao conhecimento da disciplina como estabelece relações sociais com os professores e com os seus pares, relações estas que facilitam o seu desenvolvimento e posicionamento perante os desafios da vida.

Claudia Vitale é psicóloga com especialização em neurociência do aprendizado e diretora do

Instituto Percepções.